SACHSENHAUSEN – CONHECENDO UM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO

Sachsenhausen

 

Post Atualizado em 12/07/2018.

 

No nosso 2º dia na cidade, acordamos cedo e fomos conhecer Sachsenhausen (se lê zaquissenrausem), um antigo campo de concentração que fica em Oranienburg, bem próximo de Berlim.

Posso dizer que essa foi uma das experiências mais difíceis pela qual eu já passei, eu tentei me preparar no dia anterior e durante o caminho até lá, pois sabia que ver de perto um lugar onde tanta coisa horrível e cruel aconteceu não seria nada fácil, tentei até imaginar como devia ser, mas não teve como, tudo que eu imaginei não passou nem um pouco perto do que realmente é.

Estar lá, entender pra que servia cada espaço, como as pessoas eram tratadas, imaginar tudo que aconteceu em cada canto daquele lugar e ouvir depoimentos de ex-prisioneiros contando suas experiências, é algo extremamente forte, doloroso e que mexe muito com qualquer pessoa.

Não tem como passar por aquela visita e ficar indiferente a tudo aquilo, estar ali abre os nossos olhos e nos faz enxergar o período do nazismo de uma forma diferente e muito mais dolorosa.

 

 

Sobre Sachsenhausen

 

  • Campo de Concentração Sachsenhausen

Sachsenhausen foi construído no verão de 1936, como um campo modelo que deveria dissipar internacionalmente a imagem do nacional-socialismo, além de, simbolicamente, submeter os prisioneiros ao poder absoluto das SS.

Como campo modelo e de treinamento próximo a capital do Reich (Berlim), Sachsenhausen ocupou lugar de extrema importância no sistema de campos de concentração.

Entre 1936 a 1945, mais de 200 mil pessoas foram aprisionadas ali: opositores ao regime político nazista, cidadãos de países europeus ocupados pela Alemanha nazista, os judeus, ciganos, homossexuais, testemunhas de Jeová e outras minorias consideradas inferiores.

Muitos prisioneiros morreram de fome, por doenças, por trabalho forçado e abusos, enquanto outros foram vitimas dos assassinatos sistemáticos feitos pela SS.

No dia 22 e 23 de abril de 1945, mais de 3000 doentes, incapacitados, cuidadores e enfermeiros deixados para trás no campo, foram libertados por soldados soviéticos e poloneses.

 

  • Campo Especial Soviético

Entre 1945 a 1950, três meses depois do fim da guerra e da libertação europeia do domínio nazista, o serviço secreto soviético (NKWD), transferiu o Campo Especial nº7 para o antigo campo nazista de Sachsenhausen.

Neste campo estavam presos funcionários de baixo escalão nazista, opositores políticos e prisioneiros que eram aleatoriamente julgados por tribunais militares soviéticos – homens, mulheres, jovens e idosos, pessoas relacionadas ou não com o regime nazista.

Até o fim do Campo, em março de 1950, foram presas aproximadamente 60 mil pessoas, das quais 12 mil morreram por desnutrição ou vítimas de doenças.

 

  • 1993 – Memorial e Museu Sachsenhausen

Desde 1993, Sachenhausen tornou-se um Memorial e Museu, tendo como objetivo deixar vivo na memória das pessoas todo esse período e suas consequências, pra que a gente nunca mais permita que algo tão terrível e cruel aconteça novamente.

 

“Nada destrói tão profundamente os sentimentos humanos, do que ser obrigado a assistir um companheiro sendo executado”

Heinrich Lienau, Prisioneiro em Sachsenhausen

SachsenhausenSachsenhausen

Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen

 

“É impossível entender que de repente você é livre”

Zwi Steinitz,Israel

 

Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen

 

“E eu sei mais uma coisa: a Europa do futuro não pode existir sem homenagearmos todos aqueles que, independente da sua nacionalidade, foram assassinados nessa época com completo desprezo e ódio, aqueles que foram torturados até a morte, aqueles que morreram de fome, na câmara de gás, incinerados, enforcados…”

Andrzej Szczypiorski, prisioneiro do Sachsenhausen

 

Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen

Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen Sachsenhausen

 

Como funciona a visita?

Eu visitei o campo por conta própria, sem a contratação de uma guia e foi ótimo, pois o áudio guia é muito bom e explica tudo!

Caso queira fazer a visita guiada, eles oferecem esse serviço lá. Mais abaixo coloco as informações sobre os valores.

Se estiver fazendo a visita por conta própria, recomendo que ao chegar, passe primeiro no Centro de Informação ao Visitante. Ali, aproveite para deixar bolsas e casacos no guarda-volumes.

Sachsenhausen

Em seguida, pegue um áudio guia e um folder –ambos em português do Brasil – com todas as informações sobre o memorial.

O folder traz um mapa mostrando em qual ordem conhecer o campo de concentração e explicando o que é cada espaço.

Dicas:

-ao chegar ao campo de concentração, antes de entrar, vá ao banheiro que fica ao lado de fora, pois lá dentro não terá outro.

-leve seu lanche e água, pois lá dentro não há lanchonetes ou restaurantes.

-vá com roupa e calçado confortável, nada de salto!

-como grande parte da visita é feita à céu aberto, pros dias de sol leve boné/chapéu, óculos de sol e protetor solar. Já pros dias de frio, leve casacos mais pesados, touca e luvas.

 

Quanto tempo leva a visita?

Se for ler tudo com calma, passar por cada partezinha dos museus que existem dentro do memorial, ler todas as informações e ouvir tudo o que o áudio guia fala, recomendo que reserve UM DIA INTEIRO.

Se quiser fazer a visita de forma mais breve, mas mesmo assim passando por tudo, sugiro umas 5 horas de visita. Neste caso, você terá que ser mais rápido ao ler as informações e em algumas partes dos museus apenas olhar e não ler toda a explicação.

Eu fiquei umas 5 horas por lá, pois não imaginava o quão grande era e quanta informação tinha lá dentro. Se eu fosse montar meu roteiro hoje, reservaria um dia todo.

 

Como chegar a partir de BERLIM?

Endereço: Straße der Nationen 22 D-16515 Oranienburg

 

  • DE TRANSPORTE PÚBLICO:

Ida:

Eu acho mais fácil pegar o S-Bahn linha S1 – sentido Oranienburg e descer na estação final que é a Oranienburg. Foi isso que eu fiz, porém existem outras formas que estão explicadas aqui.

Sachsenhausen

 

Ao chegar em Oranienburg será preciso pegar um ônibus que sai do ponto que fica em frente à estação.

É só atravessar a rua e pegar o ônibus 804 em direção a Malz ou o 821 em direção a Tiergarten.

Ponto de ônibus em frente a estação de Oranienburg:

 

Sachsenhausen Sachsenhausen

Pegando qualquer um dos dois ônibus, você deve descer no ponto do Memorial e Museu Sachenhausen que é a parada “Gedenkstätte”.

Não tem como ter dúvida de onde descer, porque todo mundo do ônibus desce ali!rs

O ticket do ônibus você compra direto com o motorista. Acabei me esquecendo de anotar o valor da passagem, mas que eu me lembre não passava de 4 euros.

 

Volta:

Para voltar, não tem muito segredo, é só ir onde você desceu e pegar qualquer um dos 2 ônibus (804 ou 821) no ponto que fica do outro lado da rua, no sentido de quem quer voltar para estação de Oraniemburg.

Desça no ponto da estação do S-bahn e pegue a linha S1 sentido Wannsee.

 

OBS:

*Dependendo em qual estação da linha S1 você pegar o S-Bahn, o trajeto poderá levar um pouquinho mais que 1 hora.

**Lembrando que a estação em que você descerá (Oranienburg) está na zona C, por isso, quando for comprar o ticket do transporte para pegar o S-Bahn tanto na ida quanto na volta, não se esqueça de comprar o que é válido para a zona ABC.

Falo tudo sobre o transporte em Berlim e tipos de tickets neste post: Dicas sobre o transporte em Berlim – Horários, Tipos de Transportes e Bilhetes.

 

  • DE CARRO

Pegue o rodoanel A10 até a saída Birkenwerder, siga na direção Oranienburg e oriente-se pelas placas do memorial.

A empresa de aluguel de carro que eu uso e recomendo é a Rent Cars, parceira do blog que reúne em seu site mais de 100 locadoras em mais de 140 países!

Você pode alugar o carro a qualquer hora pelo site da Rent Cars, fazer o pagamento em reais sem IOF. Além disso, dá pra dividir o valor em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um desconto de 5% no boleto bancário.

Saiba mais e alugue aqui: www.rentcars.com.br

 

Informações Importantes:

Dias e Horários de Funcionamento:

De 15 de março a 14 de outubro: diariamente das 8:30h às 18h.

De 15 de outubro a 14 de março: diariamente das 8:30h às 16:30h.

Valores (2018):

Entrada: gratuita

Audio guia: 3,00 euros – têm em português do Brasil.

Visitas guiadas:

Grupos de até 15 pessoas: 15,00 euros

Grupos de até 30 pessoas: 25,00 euros

*Visitas Guiadas em idiomas estrangeiros será cobrado um adicional de 25,00 euros.

Site Oficial: http://www.stiftung-bg.de/gums/en/index.htm

 

ORGANIZE SUA VIAGEM

Se este post foi útil pra você, que tal ajudar a manter o blog? Toda vez que você efetua uma reserva ou fecha um serviço por meio dos links e banners indicados no blog, além de garantir um serviço de qualidade e melhores preços, você também ajuda a manter o site sem pagar NADA a mais por isso!

Esses são os parceiros que eu utilizo nas minhas viagens e recomendo! Clique nos links e descubra mais sobre cada um deles:


Reserve seu hotel no Booking, site com as melhores opções de hospedagem por todo o mundo!


Quer dar aquela economizada na hospedagem? Então dá uma olhadinha no Airbnb!


Encontre as melhores seguradoras do mercado em uma única pesquisa no site da Seguros Promo! Use meu cupom LAVAIELA5 e ganhe 5% de desconto na compra de qualquer seguro viagem!


Chegue ao seu destino já com internet no celular! Compre seu chip pelo site da Easysim4u quando ainda estiver aqui no Brasil e viaje com tranquilidade! Use o cupom RBBVGRATIS e ganhe frete grátis - válido somente para a opção frete normal.


Alugue carro na RentCars! Compare de uma só vez o preço entre as melhores locadoras do mercado e pague em reais (sem IOF) em até 12x sem juros ou com desconto de 5% no boleto bancário!


Reserve seus passeios para Buenos Aires, Ushuaia e El Calafate com a Brasileiros em Ushuaia! Todo atendimento (presencial, por telefone e e-mail) é feito em português por funcionários brasileiros que residem na Argentina.


Evite filas, economize tempo e dinheiro comprando seus ingressos pelo site do Get Your Guide!

Deixe um comentário

  1. Oi Fernanda!! Tudo bem?
    Tenho uma viagem com meu marido para Portugal/Espanha em outubro e achei seu site… MARAVILHOSO! Conteúdo excelente e muito bem organizado.
    Gostaria da sua opinião para a Espanha – ficaremos 7 dias (inteiros) em Madri. Pretendo ir a Ávila, Toledo e (depois de ler seu site) Segóvia. Caso for passar a noite em uma delas, considerando as atrações/restaurantes/barzinhos, qual você recomendaria? Alguma das três achou dispensável?
    Obrigada desde já

    Um beijinho