ROTEIRO DE 3 DIAS NA CHAPADA DOS VEADEIROS + INFORMAÇÕES GERAIS

Cachoeira Capivara

 

Post Atualizado em 09/01/2018.

 

Voltei da Chapada dos Veadeiros com uma certeza: de que essa foi só a minha primeira vez por lá!rs

Lugar mágico, cheio de belezas naturais, onde a gente não reclama do tempo que passa nas estradas -que por sinal têm paisagens encantadoras- e nem das longas trilhas, pois no fim, todo o esforço é recompensado da forma mais incrível possível… descobrindo uma cachoeira mais linda que a outra!

Voltei de lá agradecida por ter conhecido aquele paraíso e por cruzar com pessoas tão especiais, com histórias e filosofias de vida tão inspiradoras.

Já deu pra perceber que a Chapada dos Veadeiros tá na minha listinha das viagens mais legais, né?!rs

Bora anotar todas as dicas?!

 

 

MEU ROTEIRO

Fui pra lá no feriado de Tiradentes e fiquei do dia 21/04/16 a 24/04/16. Sendo que cheguei a Brasília no dia 20 a noite, fui para a Chapada no dia 21 logo cedo e voltei para São Paulo no dia 24 pela manhã. Meu roteiro ficou assim:

1º dia (21/04): Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros= Trilha dos Saltos e Corredeiras

2º dia (22/04): Quilombo Kalunga – Cachoeiras Santa Bárbara e Capivara

3º dia (23/04): Cachoeiras: Vale da Lua, São Bento, Almécegas I, II e III

 

 

LOCAL

A Chapada dos Veadeiros fica em Goiás, porém o aeroporto mais próximo é o de Brasília que fica a 244 km de distância.

 

 

COMO CHEGAR

De avião até Brasília e de lá seguir de carro alugado ou carro próprio ou ônibus ou transfer até a Chapada dos Veadeiros.

Nossa viagem foi feita sem a contratação de agência de turismo, por isso, chegando ao aeroporto de Brasília precisávamos pegar o carro (já tínhamos alugado pela internet) que a gente ia usar durante a viagem.

A empresa que eu uso e recomendo é a Rent Cars, parceira do blog, que reúne em seu site mais de 100 locadoras em mais de 140 países! Entre essas locadoras, está a Localiza, que foi onde eu aluguei o carro.

Você pode alugar o carro a qualquer hora pelo site da Rent Cars, fazer o pagamento em reais e sem IOF. Além disso, dá pra dividir o valor em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um desconto de 5% no boleto bancário.

Saiba mais e alugue aqui:  www.rentcars.com.br

 

 

RETIRANDO O CARRO DO AEROPORTO

-Logo que descer a escada rolante, chegando na parte das esteiras pra pegar a mala, você já vai ver os guichês das empresas que alugam carro.

-Fomos até o guichê da Localiza e passamos as informações sobre a reserva pra atendente. Ela informou que o local onde o carro é retirado é próximo do aeroporto e que pra chegar lá era só subir 1 (um) nível de escada rolante e pegar a saída A que fica em frente aos balcões da LATAM. Notei que deste local também saem as vans das outras locadoras.

-A van da Localiza, tinha ar condicionado e wifi. Do aeroporto até o local de retirada do carro, levamos 6 minutos (era quarta feira a noite, não tinha trânsito). Ahh… as outras locadoras de veículo estão nesse mesmo espaço, uma ao lado da outra.

-Chegando lá, mesmo com a reserva é preciso pegar a fila pra finalizar o processo e pegar a chave. Como muita gente tava chegando pro feriado, a fila tava grande e o processo foi meio demorado (ficamos lá de 30 a 40 minutos).

Chapada dos Veadeiros

 

 

DICAS PARA ALUGAR UM BOM CARRO PARA CONHECER A CHAPADA DOS VEADEIROS

Considerando que você vai pegar bastante estrada de terra beeeeeem esburacada (#sabedenadainocente!rs) e em algumas partes íngremes:

-Invista em um carro com ar condicionado!!! Sério, não é frescura! Durante o dia faz bastante calor e como tem que fechar o vidro por causa da poeira da estrada, que é de terra, o ar condicionado dá aquela salvada!rs

-Pegue um carro 1.6 pra cima: até porque se pegar uma carro com ar-condicionado, vai precisar que ele seja mais forte. Na estrada asfaltada beleza se o carro for 1.0, mas quando chega na estrada de terra (principalmente na que leva para o Quilombo Kalunga em Cavalcante) cheia de buraco, subidas íngremes e algumas valas profundas com água… não rola! O carro precisa de força. Vi carro 1.0 dar problema. Por isso repito, PEGUE UM CARRO 1.6 PRA CIMA!

-Faça o seguro do carro: é melhor prevenir do que remediar né?! Os para-choques e pneus sofrem nas estradas de terra, por isso não hesite em fazer o seguro.

 

 

A ESTRADA – DE BRASÍLIA PARA A CHAPADA DOS VEADEIROS

A estrada que liga Brasília a Chapada é a BR 020, em direção a Formosa (GO). Depois da cidade de Planaltina é preciso prestar atenção ao trevo que indica a GO 118, rodovia que leva a Alto Paraíso e passa por São Gabriel e São João D’Aliança.

Usamos o GPS (Google Maps) durante todo o trajeto e foi tranquilo.

As condições da estrada são ótimas e a paisagem então, nem se fala (linda demais!). O asfalto tá em dia e a estrada é bem sinalizada.

Estrada para a Chapada dos VeadeirosEstrada para a Chapada dos Veadeiros

Antes de deixar Brasília, lembre-se de abastecer o carro, pois você só encontrará posto de gasolina novamente a 166 km de distância quando chegar na cidade de São João da Aliança (que está a 88 km de Alto Paraíso).

Chegando em São João da Aliança, se você assim como a gente vai pra alguma cachoeira antes de passar no hotel e não deu tempo de comprar nada pra comer e beber em Brasília, aproveite o comércio que tem por lá (vi um Subway e um mercadinho) e compra tudo o que for preciso.

 

 

ONDE SE HOSPEDAR

Há 3 cidades onde se concentram a maioria das cachoeiras, por isso, elas são as mais procuradas pelos turistas: Alto Paraíso de Goiás, São Jorge e Cavalcante.

 

1-Alto Paraíso de Goiás

Das três cidades é a que tem a maior estrutura. Foi essa cidade que escolhi para me hospedar e eu super indico!

Considerada patrimônio natural mundial pela UNESCO, Alto Paraíso possui 6.885 habitantes e é reconhecida por ser um valioso santuário ecológico, por sua fauna e flora típicas da vegetação predominante, o Cerrado.

A cidade tem uma rua principal onde fica todo o comércio. Nela você encontra: Agências Bancárias (Itaú, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal), restaurantes, o CAT (Centro de Atendimento ao Turista) supermercado, farmácias, padaria, lojas de roupas e por ai vai.

Distância de São Jorge: 31km

Distância de Cavalcante: 109 km

Tá procurando hotel em Alto Paraíso? Neste post: Onde se hospedar em Alto Paraíso – Dicas de hotéis na Chapada dos Veadeiros, falo sobre o hotel em que me hospedei na cidade e disponibilizo a lista de hotéis que pesquisei.

 

 

2-São Jorge

Conheci São Jorge quando fui ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e notei que as ruas são de terra batida e que oferece uma estrutura mais reduzida que a de Alto Paraíso.

A cidade é uma antiga vila de garimpeiros do início do século XX e hoje tem como atividade principal o ecoturismo.

Distância de Alto Paraíso: 31 km

Distância de Cavalcante: 125 km

Opções de hospedagem em São Jorge: Neste post: Onde se hospedar em Alto Paraíso – Dicas de hotéis na Chapada dos Veadeiros, disponibilizo a lista de hotéis que pesquisei na cidade.

 

 

3-Cavalcante

É uma cidade bem pequena, pra falar a verdade vi pouca coisa por lá.

Vale a pena se hospedar em Cavalcante, caso a maior parte do seu roteiro seja baseado nas cachoeiras da região, pois a cidade é distante de São Jorge e Alto Paraíso, onde ficam as outras cachoeiras famosas.

Distância de Alto Paraíso: 109 km

Distância de São Jorge: 125 km

Opções de hospedagem em Cavalcante: Neste post: Onde se hospedar em Alto Paraíso – Dicas de hotéis na Chapada dos Veadeiros, disponibilizo a lista de hotéis que pesquisei na cidade.

 

 

QUANDO IR

Estive na Chapada dos Veadeiros em abril/16 no feriado de Tiradentes.

Este já é considerado o período de seca (entre abril e setembro), onde as cachoeiras estão com volume de água menor, por isso, as quedas não ficam tão volumosas como no período de chuvas, que ocorre entre outubro e março.

O lado bom do período de seca, é que fica mais seguro nadar nas cachoeiras, já no período de cheia, tem que tomar cuidado com a tromba d’água.

Por causa do feriado, a gente já sabia que corria o risco das cachoeiras mais famosas estarem um pouquinho mais cheias que o normal, mas isso não atrapalhou em nada nenhum dos passeios que fizemos.

O que a gente procurava fazer era chegar sempre no horário de abertura das cachoeiras, assim conseguíamos um tempinho com a cachoeira só pra gente ou quase só pra gente!rs

Mesmo com feriado, todas as estradas que a gente pegou pra ir pras cachoeiras estavam vazias, a sensação que dava é que só a gente tava indo pra lá!rs #sóquenão!

 

 

CLIMA

Apesar de já estarmos no outono, durante o dia fazia bastante calor e quando começava a escurecer o clima já mudava, ficando um ventinho gelado e um frio considerável.

Se for pra lá nessa época, não esqueça de levar: uma calça comprida, um sapato fechado e um casaquinho leve.

 

 

DÁ PRA FAZER AS TRILHAS POR CONTA PRÓPRIA?

Tirando as cachoeiras que ficam no Quilombo Kalunga (onde é obrigatório um guia), conhecemos todas as cachoeiras do nosso roteiro sozinhos e foi tudo tranquilo.

Porém, tomamos essa decisão só depois de pesquisar sobre as trilhas de cada cachoeira e como eram as condições das estradas de cada uma delas. Recomendo que após montar seu roteiro você faça o mesmo, e com base nisso, veja se será preciso ou não a contratação de um guia local ou uma agência de turismo.

 

 

PODE TOMAR A ÁGUA DAS CACHOEIRAS?

Dizem que pode tomar a água da cachoeira, até vi muita gente aproveitando pra encher as garrafinhas, mas sabe como é né, rola um nojinho porque muita gente aproveita pra fazer um xixizinho básico, fica protetor solar na água…enfim, preferi não me arriscar e mesmo quando fiquei morrendo de sede não tomei nenhum gole (eu não! vai que dá piriri logo no primeiro dia!rs).

OBS: um guia disse que se for tomar a água da cachoeira é importante tomar de um lugar mais afastado de onde as pessoas estão nadando, mas mesmo assim, eu achei melhor não arriscar!rs

 

ORGANIZE SUA VIAGEM

Se este post foi útil pra você, que tal ajudar a manter o blog? Toda vez que você efetua uma reserva ou fecha um serviço por meio dos links e banners indicados no blog, além de garantir um serviço de qualidade e melhores preços, você também ajuda a manter o site sem pagar NADA a mais por isso!

Esses são os parceiros que eu utilizo nas minhas viagens e recomendo! Clique nos links e descubra mais sobre cada um deles:


Reserve seu hotel no Booking, site com as melhores opções de hospedagem por todo o mundo!


Quer dar aquela economizada na hospedagem? Então dá uma olhadinha no Airbnb!


Encontre as melhores seguradoras do mercado em uma única pesquisa no site da Seguros Promo! Use meu cupom LAVAIELA5 e ganhe 5% de desconto na compra de qualquer seguro viagem!


Chegue ao seu destino já com internet no celular! Compre seu chip pelo site da Easysim4u quando ainda estiver aqui no Brasil e viaje com tranquilidade! Use o cupom RBBVGRATIS e ganhe frete grátis - válido somente para a opção frete normal.


Alugue carro na RentCars! Compare de uma só vez o preço entre as melhores locadoras do mercado e pague em reais (sem IOF) em até 12x sem juros ou com desconto de 5% no boleto bancário!


Reserve seus passeios para Buenos Aires, Ushuaia e El Calafate com a Brasileiros em Ushuaia! Todo atendimento (presencial, por telefone e e-mail) é feito em português por funcionários brasileiros que residem na Argentina.


Evite filas, economize tempo e dinheiro comprando seus ingressos pelo site do Get Your Guide!

Deixe um comentário